Atualizando informações ...

Stirling Moss - Mercedes Benz 1955 - F1 - Fórmula 1


A Partir de:
R$ 489,90

R$ 465,41 à vista com desconto Pix - Vindi
ou 4x de R$ 122,48 Sem juros MasterCard - Vindi
ou 12x de R$ 46,30 com juros MasterCard - Vindi
* Aqui sua compra é 100% segura, compre com tranquilidade.
Simulador de Frete
- Calcular frete
Frete e prazo de entrega
Descrição Geral

Artista: Roberto Muccillo Torino

 

Obra de arte:Neste quadro fascinante e dinâmico, a Mercedes-Benz, com sua carroceria reluzente e design aerodinâmico, é capturada em pleno movimento, rasgando as pistas com poder e elegância. Stirling Moss, um dos maiores pilotos da história do automobilismo, demonstra sua habilidade excepcional e coragem inigualável enquanto guia o carro com maestria pelas curvas desafiadoras e retas rápidas.

Stirling Moss, nascido em 1929, foi um ícone do automobilismo, conhecido por sua destreza nas pistas e sua personalidade carismática. Durante sua carreira, ele competiu em diversas categorias, incluindo a Fórmula 1, e conquistou inúmeras vitórias e admiradores ao redor do mundo. Sua parceria com a Mercedes-Benz na temporada de 1955 foi marcada por momentos de grande desempenho e emoção nas corridas.

O ano de 1955 foi significativo para a Mercedes-Benz na Fórmula 1, com a equipe alcançando sucessos notáveis e competindo em alto nível. Stirling Moss foi fundamental para essas conquistas, demonstrando sua habilidade e dedicação em cada corrida e contribuindo para a reputação lendária da marca na história do automobilismo.

Moss competiu na chamada era de ouro da Fórmula 1, em que ainda corriam pilotos como Juan Manuel Fangio e Mike Hawthorn.

O piloto britânico é considerado por muitos o melhor piloto a não vencer a Fórmula 1. Ele foi quatro vezes consecutivas vice-campeão mundial, de 1955 a 1958.

Moss venceu 194 de suas 497 corridas entre 1948 e 1962, incluindo 16 grandes prêmios de Fórmula 1 - nenhum outro piloto venceu tanto sem ser campeão. Foi, também, o primeiro britânico a vencer um GP em seu próprio país.

Em 1962 Moss ficou ferido num acidente em Goodwood dirigindo um Lotus. Ficou inconsciente por um mês e paralisado por seis. Recuperou e fez uma tentativa prematura de voltar, mas não se adaptou e decidiu aposentar-se. Continuou a correr com carros históricos. Aposentou-se somente em 2011, aos 81 anos. Foi ordenado Sir em 2000, por serviços prestados ao automobilismo.

Uma de suas corridas mais famosas foi a Mille Miglia — um enduro de 1500 km na Itália — de 1955, em que ele venceu com um tempo recorde de 10 horas e 8 minutos, na frente de Juan Manuel Fangio, que foi o segundo colocado.

 

Impressão: Canvas 100% algodão em tinta látex - máquina HP LATEX 700 – o tecido é igual à tela de pintura.

 

Opções de montagem do quadro:

 

Borda infinita: o tecido é esticado e fixado no chassi (armação) de madeira proporcionando um acabamento perfeito, deixando a mesma aparência das telas de pintura. O quadro vai pronto para pendurar na parede.

 

Moldura negativa: é uma combinação do quadro com a borda infinita encaixado na moldura, ficando um espaçamento de 0,5cm entre o quadro e a caixaria. A moldura negativa adiciona estilo e destaque à obra de arte. Temos as opções de três cores para as molduras: amadeirada, branca e preta.

 

Dica para escolher a cor da sua moldura:

 

1° atente-se a cor de fundo da obra de arte e a cor da sua parede.

 

Amadeirada: geralmente é usada quando a obra não tem cores pretas, causa uma impressão de suavidade.

 

Branca: funciona quando o fundo da obra é preto, ajuda a iluminar a tela. Também é indicado para usar em paredes coloridas.

 

Preta: em paredes brancas a moldura preta ajuda a delimitar o que é quadro e o que é parede. De forma geral, a moldura preta é ideal tanto para fazer combinações complementares quanto contrastantes.

Formas de Pagamento
Avaliações

Produtos visualizados

Carregando ...
Ao usar esta loja virtual, você; aceita automaticamente o uso de cookies. Acessar nossa Política de Privacidade